O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Em julho...


Eu sei que este post está muito atrasado, mas é que o mês de julho foi bem corrido e complicado para mim. Com a Maratona Literária de Inverno 2017, não assisti nenhum filme ou série. Tudo o que fiz foi acompanhar os capítulos finais de Ezel e me dedicar bastante aos livros. Foi o mês do ano no qual mais li!kkkk... 

Antes mesmo da novela começar a ser exibida pela Band em 07 de novembro de 2016, eu já sabia o que ocorreria nos últimos capítulos. Isso porque dei uma olhada no Youtube, pesquisei sobre a novela e assisti tais capítulos. O que me fez começar a vê-la já arrasada e sabendo que iria me arrepender por acompanhá-la. Que sentido há em assistir algo que você sabe que terminará mal? Em sangue e morte. Eu sabia que o final seria trágico, com a morte do protagonista e da mulher que ele nunca conseguiu deixar de amar. Ainda assim, não resisti, pois nunca sou capaz de não ver uma novela turca. O resultado foi que terminei a novela em prantos mesmo que tivesse ansiado desesperadamente para que acabasse. 

No último capítulo, Eysan, a grande víbora da novela, uma das principais antagonistas e também a mulher que o Ezel nunca pôde esquecer, morre nos braços dele. Transtornado por perder novamente aquela que sempre seria o seu maior amor, Ezel toma um veneno que carregava dentro de um anel. E assim encerra-se a história deles dois.

Sei que há discussões apaixonadas sobre tal final. Existem aqueles que acreditam que o Ezel não morreu, que ele apenas perdeu a "memória" ao tomar aquele líquido e que no fim o Yan (filho dos dois), vai ao seu encontro. Mas, acompanhando a novela desde o seu princípio e prestando atenção em cada detalhe, frase, trecho importante, sou do time que acredita que ele morreu sim. A novela deixa o fim em aberto justamente para deixá-lo à interpretação. Mas há muitos sinais que sustentam a teoria de que o Ezel também morreu. Um dos principais é que o trem no qual a Eysan morre e ele bebe o veneno antes de fechar os olhos pela última vez, está cheio de personagens que morreram ao longo da novela. Como se estivessem aguardando por eles. A Bahar, irmã da Eysan, assassinada brutalmente vários capítulos antes, inclusive aparece em pé dentro do trem após o Ezel fechar os olhos e sorri olhando para eles.

Ezel não foi uma novela de amor. Não nos contou uma bela história entre um casal que se amava. Não. Foi uma novela sobre ódio e vingança, sobre traições e mortes. Sobre as consequências de confiar nas pessoas erradas. Se pararmos para lembrar, todas as desgraças que ocorrem na vida do Omer (mais tarde chamado Ezel) são provocadas por sua confiança em seus "melhores amigos" e naquela que ele escolheu como noiva. Ele é apunhalado pelas costas, preso por um crime que não cometeu e na prisão conhece um senhor, mafioso inteligente e astuto que o "adota" e o transforma no que ele é após conseguir escapar. Ao lado desse homem, ele planeja cuidadosamente sua vingança. Mas como nenhum plano é perfeito vários inocentes acabam mortos no caminho, incluindo a irmã da Eysan, o irmão do Ezel e um adolescente que teve a vida destruída ainda criança. As mortes são bárbaras, terríveis e impossíveis de esquecer. Nada valeu a pena. Em vez de recomeçar sua vida após sair da prisão, o Ezel foi atrás de uma vingança que apenas o fez assinar a própria sentença de morte. Ele perdeu tudo o que ainda possuía. Mais uma vez por causa daqueles a quem um dia chamou de amigos. 

Não é uma novela fácil. Nos angustia vê-la, nos deixa com uma sensação bem ruim, por isso desejei muito que chegasse logo ao final. Sofri muito com os últimos capítulos, mais pelo Ezel do que pela Eysan. Chorei demais. Porque ele não merecia toda aquela dor. A Eysan... claro que achei horrível o que o Cenguiz fez contra ela, a maneira como a agrediu, a crueldade daquilo e também a forma como a assassinou, mas senti por ser humana e não porque a perdoei por tudo o que ela fez. Não. Para mim, ela era uma cobra venenosa que não se importava com absolutamente ninguém. Nunca prestou. 

Enfim... Eu tinha decidido assistir a reprise de Mil e Uma Noites, escolhida para substituir Ezel. Todavia, os cortes gritantes que a Band está fazendo acabaram por me desanimar. Prefiro guardar na memória as cenas lindas que vi na primeira exibição. Fico torcendo para que a Band resolva exibir depois uma novela inédita romântica, com final belo. Por favor, que NÃO seja Amor Proibido!

Uma coisa bastante positiva é que tanto Mil e Uma Noites quanto Ezel me provocaram o desejo enorme de ler três clássicos que antes eu nem sonharia em ler: Os Contos das Mil e Uma Noites, O Conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas e Um Conto de Duas Cidades - Charles Dickens. E há quem diga que TODA novela só serve para alienar as pessoas! Fala sério! É tão fácil criticar o que não se conhece. Antes de falarmos sobre algo precisamos conhecer. Não sou perfeita, também julgo precipitadamente, mas estou sempre aprendendo e corrigindo-me ao máximo. Todos precisamos parar de julgar levianamente algo ou alguém. Precisamos conhecer antes de falar. 

Uma notícia maravilhosa: Lei e Ordem - SVU foi renovada para uma 19ª temporada!!!!! :D Tudo bem que essa notícia está na internet há meses, mas eu só soube agora.kkkkkkkkkkk... Estou muito feliz, como vocês podem imaginar!

Uma notícia triste: Chicago Justice foi cancelada. :( Eu gostei tanto da primeira temporada e claro que imaginei que a segunda temporada já estava garantida. Mas não! Por algum motivo que desconheço, optaram por cancelá-la. 

É isso, queridos! Julho não foi um mês de filmes e séries, mas apenas de livros.rsrs Li nove histórias! :)

E os livros que li foram...

"Ela não o amava, não podia amar. Para amar alguém, era necessário conhecer essa pessoa, e estava ficando dolorosamente claro que Francesca não conhecia Tristan nem um pouco."

"- Tudo - sussurrou ele antes de se virar para o vidro. - Droga, ela é tudo para mim."



" - Não tenho medo de nada, Camila. Sou ferozmente protetor do que é meu. E você é minha."

"Não sei o que você fez comigo, Bianca, porém sim, sou seu e não quero ser de ninguém mais."



"Uma vez, faz muito tempo, eu me apaixonei. Um amor inesperado, estonteante. Que eu não quis deixar partir."

"Se o homem a quem amava, se ajoelhasse a seus pés e lhe suplicasse o perdão, teria ela forças para resistir e salvar a dignidade de seu amor?"



"Um estrangulador estava à solta nas ruas de Londres. Até agora, já matara seis mulheres, e a polícia se mostrava frenética. O medo dominava a cidade."

"É o fim do mundo. O Dia do Juízo Final chegou. 
Armagedon está aqui... Armagedon... Armagedon..."

"Pairava na sala uma maldição, mas ela não podia dizer de quem partia. Sabia apenas que uma das pessoas presentes a odiava. Era uma convicção profunda, ainda que a sua volta só visse sorriso e rostos amigos."

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.