O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Traídos pelo Desejo - Candace Camp


Naquela noite, iria fazer com que ele a desejasse mais do que a qualquer outra mulher...

Quando Deverel Grey, lorde Stonehaven, acusou erroneamente sir Selby Armiger por um crime que este não cometera, sujeitou a família do inocente a um rumoroso escândalo. Esse homem era irmão de Júlia Armiger, que jurou desmascarar Stonehaven e mostrar que ele era o verdadeiro criminoso. Sua sede de vingança revelou-lhe que seu atraente inimigo tinha uma fraqueza por mulheres bonitas. E ela ousou seduzi-lo, fazer parte de suas fantasias.

Era o duelo da razão, o desejo de vencer e o medo de expor-se que provocava aquela alegria impetuosa que Júlia sentia quando estava perto de Stonehaven? Ou era o homem, que a arrebatara num jogo de aventura, mistério e um prazer inesperado que logo a dominaria por completo, deliciosamente, perigosamente...


Palavras de uma leitora...


- Nem sei por onde começar... Estou fascinada! Maravilhada! Apaixonada por essa história! rsrs... Décimo livro que leio dessa maravilhosa autora de romances históricos e mais uma vez, o livro é maravilhoso e não me decepcionou em nada. Nunca, mas nunca mesmo, li vários romances históricos de uma mesma autora antes da Candace. Na verdade, são poucos os romances históricos que já li.

Antes de conhecer os livros da Candace eu tinha amado dois romances históricos: Casada com Um Estranho - Sylvia Day e Escandalosa Sedução - Caroline Linden. Gostei bastante desses dois livros e, quando tiver tempo, irei relê-los para poder fazer uma resenha decente sobre eles...rsrs... São dois romances históricos que me encantaram. Gostei de verdade.

Em Casada com Um Estranho, há uma história bem diferente dos romances que mais me agradam. Nesse romance a mocinha e o mocinho são casados, mas tem amantes. Quê?! Peraí... rsrs... Eles fizeram um acordo no qual se casariam, mas cada um faria o que bem entendesse. Entraram nesse casamento de olhos bem abertos... Mas depois de uma tragédia e o desaparecimento do mocinho por quatro anos, quando se reencontram, o mocinho decide que vai conquistar sua esposa, que não tinha a menor intenção de se envolver com o próprio marido...kkk.... rsrs... Enfim... Quando fizer a resenha sobre esse livro falo melhor sobre ele. Na verdade, deu até uma vontade de reler a história.... Enfim... O livro é muito diferente do que costumo ler e gostar, mas aceitei nessa história, entende? É muito boa mesmo, na minha opinião... porém, não foi suficiente para me fazer vencer meu pré-conceito contra romances históricos.

Em Escandalosa Sedução, temos um mocinho que decide enganar uma adolescente ingênua para fazê-la se casar com ele e poder tomar posse da herança da garota. Que absurdo, não?! Como ele pôde ser mocinho de alguma história?! rsrs... Mais um livro diferente e que me encantou. Gostei muito mesmo desse romance. Embora o mocinho parecesse um canalha, ele não era mau. Mas não pensem que essa adolescente estúpida (risos) é a mocinha da história. Claro que não! É a tia dela que tbm é sua tutora. Essa mocinha é fantástica! E ela e o mocinho fazem a história ficar eletrizante do começo ao fim. Ela enfrenta o mocinho e não o deixa enganar a sobrinha como um dia tbm fizeram com ela. Ela tem um passado triste. Muito triste e vergonhoso. Ela passou por situações ruins e fez coisas que... Não sei nem que palavra usar. Digamos que ela se comportou como uma mulher "perdida" se comportaria. Mas ela é uma pessoa maravilhosa e sofria muito pelo que fez no passado.... Enfim... A história é muito boa, mas tbm não foi suficiente para me fazer gostar dos romances históricos. Foi só quando li Relação Perigosa - Candace Camp, que venci esse pré-conceito. Depois que li Relação Perigosa, li oito romances seguidos da autora e tive coragem tbm de ler Desejo e Sedução - Celeste Bradley, livro de outra autora maravilhosa. A Candace arrasa em suas histórias. Fica difícil decidir qual é o seu melhor romance.

- Traídos pelo Desejo, para mim, é uma história única e incrível. Tem tudo na medida certa. Eu ri com esse livro do começo até o fim...rsrs... Mas o livro não é uma comédia romântica, mas tem aquele toque de humor que eu adoro. E o romance? Aparece desde o primeiro encontro do casal. Logo naquele primeiro encontro, no qual o mocinho nada sabia sobre a mocinha e a mocinha o odiava tremendamente, o amor, o romance, a paixão... estão presentes. É muito bom! Eles ficam loucos um pelo outro desde aquele momento. E nossa mocinha vingativa chora por estar gostando do homem que devia destruir. É muito lindo! Até quando ela sequestra o mocinho... Nesse momento não achei graça e senti vontade de chorar. Sabe por quê? Ele entrou na carruagem por livre e espontânea vontade. Confiava nela e eu me senti arrasada ao imaginar como ele e ela ficariam quando ele fosse rendido e amarrado. Quando descobrisse que havia sido traído. Tive vontade de pular essa parte...rsrs... Sério. Temia ver a dor nos olhos dele. E o momento é triste. Ele a acusa e chama de vários nomes desagradáveis, mas a gente percebe que suas palavras são provocadas pela dor de descobrir que havia sido traído pela mulher que amava. Estou falando demais, né? Eu sei!

 Enfim.... A história é perfeita e eu não tiraria nem colocaria nada.


Um pequeno resumo:

Júlia havia tido uma infância muito feliz ao lado de sua mãe, seu pai e seu irmão querido. Todos a amavam e adoravam. Ela tinha um espírito livre e extrovertido... selvagem e sem limites. Sua mãe até tentava dominá-la, mas não conseguia. O pai e o irmão de Júlia adoravam seu jeito de ser e com o incentivo deles, ela cresceu falando e fazendo somente o que queria, embora vivesse na época da regência, século XIX. Sabia até onde poderia ir para não manchar o nome da família, mas ninguém no mundo era capaz de lhe falar algo desagradável nas entrelinhas e não receber uma resposta afiada em troca.

Ao chegar na adolescência, virou uma jovem muito bela e que provocava a inveja de muitas outras moças debutantes e até mesmo das mulheres casadas, como lady Pamela. E essa lady só aguardava a primeira oportunidade de sujar sua reputação e seu bom nome... e não hesitou quando a oportunidade chegou, mesmo causando uma imensa dor à família de Júlia.

Júlia e Selby, seu irmão, eram muito unidos. Selby se importava muito com ela e mesmo quando estava na faculdade, escrevia à Júlia dizendo palavras carinhosas e o quanto ela lhe era querida. Acima de irmãos, eram amigos para o que desse e vinhesse... E Júlia quase morreu quando o perdeu... para a morte. Nunca havia sofrido tanto em toda sua vida e o pior de tudo foi ver o nome de seu irmão e tudo que ele foi, ser sujado tão impiedosamente. E ela jurou que se vingaria do homem responsável pela destruição e morte de seu irmão. Jurou que faria isso. Se vingaria de Deverel Grey, lorde Stonehaven, custasse o que custasse.

E após três anos, ela finalmente põe em prática sua tão aguardada vingança.

O plano era forçá-lo a confessar que havia cometido o estelionato e acusado seu irmão inocente. Ela tinha certeza absoluta que Deverel era o o verdadeiro culpado e decide sequestrá-lo para fazê-lo confessar seus crimes. Mas quando o plano dá errado só lhe resta uma solução: seduzir seu inimigo e vê-lo rendido ao seus pés...

O plano funciona. Deverel fica completamente apaixonado por Júlia e entrega seu coração a ela. Ela deveria ficar feliz por ter conseguido vencê-lo, mas não pôde, pois, ao fazer seus planos, não contava com um simples detalhe: ela também poderia se apaixonar por ele.

E assim segue a história... Cheia de paixões, vingança, mágoa, dor, arrependimento e amor...

A vingança já não é o principal objetivo. Agora Júlia e Deverel tem que lutar para não sucumbir ao amor que ameaça dominá-los. Como será que termina essa história? Qual dos dois cederá primeiro?

Mas para poderem ficar juntos, primeiro, precisarão vencer alguém, nas sombras, que sabe quem é o verdadeiro culpado e deseja calar para sempre todos aqueles que mexerem no passado... E principalmente, nossa mocinha: Júlia Armiger.

- Para que entendam: o irmão de Júlia era um dos tutores de Thomas, uma criança que havia perdido o pai e era criado por lady Pamela, sua mãe. A mulher que possuía sua guarda, mas não a tutela da sua herança. Eram quatro os tutores que haviam sido muito amigos do pai de Thomas: Sir Selby (irmão de Júlia), Deverel Grey, Varian St. Leger e major Gordon Fitzmaurice. Os quatro tinham o poder de decidir o que seria feito com a herança do garoto, mas dos quatro, quem mais movimentava o dinheiro era Selby. O motivo era que ele era o mais próximo do menino. Adorava a criança como se fosse seu filho e era vizinho dele. Por esse motivo, ele sabia e era consultado quando a mãe da criança precisava de dinheiro para "educá-lo". Selby determinava a quantidade de dinheiro que seria enviada e solicitava as assinaturas dos outros três tutores.

E a pessoa que queria provocar o roubo não viu pessoa mais fácil de incriminar do que o bondoso Selby. Armou o plano perfeito. Copiou sua assinatura, usou seu pseudônimo... Fez tudo de forma profissional. E quando Deverel começou a suspeitar de algo, tudo incriminava Selby, seu amigo de longa data. Embora fossem amigos, Dev tinha um senso de justiça muito rigoroso e implacável e não hesitou em perseguir e acusar Selby. Dev só o deixou em paz quando Selby supostamente se suicidou após deixar uma carta confessando seu suposto crime. Só assim ele parou.

- Não posso negar que julguei o Dev no começo. Nunca suspeitei que ele fosse o culpado, mas o julguei por acreditar sem hesitar nas evidências. Nem ao menos deixou seu amigo se defender. Para ele, as evidências bastavam. Se ele tivesse deixado o amigo falar, perceberia que havia falhas na suposta assinatura do Selby e teria chegado muito fácil até o verdadeiro culpado. Mas todo mundo erra e ele não fez nada por maldade, mas sim por fidelidade ao amigo que havia falecido e deixado a herança do único filho nas mãos deles. E ele também não foi responsável pelo assassinato de Selby... Sim, ele foi assassinado. Essa não é uma informação crucial, pois quem começar a ler essa história perceberá que Selby nunca seria capaz de cometer aquele crime e ainda por cima se suicidar deixando sua amada esposa e seu filhinho abandonados. Ele não era um covarde. Era uma pessoa maravilhosa que eu não queria que tivesse morrido. Ele foi a principal vítima daquele crime.

Como disse, o Dev não foi culpado por isso. Selby teria sido assassinado de uma maneira ou de outra, pois morto não poderia provar sua inocência. Mesmo se Dev tivesse acreditado nele e começado a investigar, Selby acabaria sendo assassinado. E se não fosse um livro, Dev tbm poderia ter morrido.

- Enfim... Júlia não aceita a injustiça que seu irmão sofreu e nem sua trágica morte e passa a nutrir um enorme ódio por Dev. Tenta se vingar dele, mas se apaixona. O verdadeiro culpado começa a atentar contra a vida de Júlia, pois ela começa a chegar perto da verdade.

- Eu, durante quase toda a história, suspeitei de duas pessoas. Não vou dizer quais são, é claro...rsrs... Quando a história chegou quase no final, eu ainda suspeitava dessas pessoas, mas acrescentei mais duas à minha lista... E no final, era quem eu menos esperava! Eu até desconfiei dessa pessoa, mas por outros motivos. Odiava essa peste de gente simplesmente porque não gostava dessa pessoa. Mas não imaginava que essa pessoa pudesse ser o mandante do crime. E o assassino de Selby. Eu me surpreendi. Mas acho que vai ser fácil para muitos descobrir quem é o verdadeiro criminoso.

- O livro é muito bom mesmo e eu recomendo à todos. Eu estou apaixonada pela história e fico triste por ela ter acabado. Queria que tivesse durado mais. Para quem não gosta de livros de suspense, não se preocupe, o livro é centrado no romance e tem apenas esse toque de mistério. Também é divertido...rsrs... Nossa mocinha apronta muitas nessa história. E como ela mesmo disse, o mocinho nunca terá paz ao seu lado. Nunca poderá dizer que viver com ela é entediante...rsrs...

- Não posso esquecer de dizer que essa autora está em 4º lugar na lista de melhores autoras. E para quem, como eu, não sabia, Candace Camp tbm escreve como Lisa Gregory, Sharon Stephens e Kristin James.

Para conhecer os outros livros que já li da autora até agora:

RELAÇÃO PERIGOSA
AUDÁCIA
CORAÇÃO ROUBADO
PROMETE-ME O AMANHÃ
SEMPRE O TEU AMOR
APOSTA NO AMOR
CONQUISTA DO AMOR
MAIS FORTE QUE A VINGANÇA
DOCE TENTAÇÃO 



10 comentários:

Mil suspiroos disse...

Viciou na Candace Camp não foi ..... rsrssrsrs
Bjossss
Renata

Luna disse...

Olá Renata!

rsrs... Pois é... Viciei e estou adorando esse vício! As histórias dessa autora são boas demais!

No momento, estou começando a ler Conquista e tbm estou amando. Adorei o fato do casal ser amigo de infância. Formam um casal maravilhoso... Duvido que um dia a Candace possa me decepcionar. Pelo menos, vou orar para que isso nunca aconteça...rsrsrsrs...

E a culpa de eu ser viciada nos livros dessa autora é sua e da Bruna! rsrs... Vcs me apresentaram a autora.

Bjs!

Mil suspiroos disse...

Olha ..... sinceramente, duvido que algum dia vc se decepcione com ela!!! ela é D+ rsrssrsrs

Adoro indicar novos livros e quando gostam é melhor ainda! fiquei muito feliz que vc tenha gostado e que tenha começado a olhar com outros olhos os romances históricos graças a Bruna e a mim! rsrsrssrsr to me achando .... kkkkkkkk

Bjossss
Renata

Luna disse...

Olá Renata!

rsrsrsrs.... Mas foi graças a vocês mesmo! Depois que me apresentaram essa autora maravilhosa, vejo os romances históricos de um modo bem melhor...rsrs...

Tbm acho. Na verdade, tenho certeza que nunca me decepcionarei com essa autora.

Bjs!

Jéssica disse...

Eii meninas vcs não vãoo se decepcionar mesmo com a Candance, melhor escritora de romances históricos... Queria indicar um pra vcs caso não tenham lido ainda. Impulso ou Audácia, pode vir com esses dois nomes, é perfeito. To lendo Traidos pelo Desejo, acho q é o ultimo dela q vou ler por enquanto, pois não encontro mais traduções da Candance, todos que tem no Brasil dela eu ja li, e to doida querendo outros, mais não encontro.
Bjus Até mais.

Jéssica disse...

Nossa tb ja li Casada com um Estranho, foi bom, mais não melhor que O castelo das sombras, concerteza o melhor da Candance e o melhor que já li até hoje histórico, ja li e re li umas 3 vezes e não me canso, e não é pq o nome da personagem é Jéssica rs, mais é simplesmente perfeito. recomendo.

Luna disse...

Olá Jessica!

Eu já li Audácia e é o melhor livro que já li da autora. Foi um dos livros que mais me marcaram. História simplesmente linda!

O Castelo das Sombras já está na minha lista e prestes a ser lido!

Bjs!

Jéssica disse...

Olhe se vc achou Audácia bom, vai adorar O castelo das sombras, é o melhor da trilogia e da autora (dos que eu li). Se bem que tb A casa das máscaras não fica atrás. Enfim todos dela eu recomendo, outro que tb é da Candance só que esta com um psedônimo é A estação do Arco-Íris, perfeito tb.

P.S: Luna saiba que até hoje sou apaixonada por Cameron de Audácia kkkkkkkk
Bjus até mais.

Luna disse...

Olá Jessica!

Justamente essa semana uma leitora me indicou essa série da Candace na qual contém o livro A Estação do Arco-Íris!! O outro livro da série se chama A Promessa do Arco-Íris.

Muito obrigada por indicá-lo tbm. Com certeza irei ler.

Eu tbm!! rsrsrs.... Ele é TDB!!! Perfeito!!

Bjs!

Jéssica. disse...

Pois é Luna
ja li os dois, mais o 1° é o melhor.
Bjus!!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.delua@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.